Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Site] Mulheres que Tecem Pernambuco

Pesquisa idealizada pela artista, arquiteta e pesquisadora Clara Nogueira busca dar visibilidade às mulheres que tecem em Pernambuco, a partir do mapeamento em três cidade do interior

TEXTO Revista Continente

16 de Abril de 2018

Carla e Alexandra, de Poção, cidade do Agreste pernambucano

Carla e Alexandra, de Poção, cidade do Agreste pernambucano

FOTO Laís Domingues/Divulgação

Da Zona da Mata ao Sertão, a tradição da tecelagem ainda resiste em Pernambuco, mas não só isso: ela se renova, é ressignificada. Localizando três territórios da cultura têxtil no interior pernambucano – as cidades de Lagoa do Carro (Zona da Mata Norte), Poção (Agreste Central) e Tacaratu (Sertão Itaparica) –, a artista, arquiteta e pesquisadora Clara Nogueira e a psicóloga Luiza Maretto teceram uma cartografia afetiva sobre as mulheres que exercem este ofício em nosso estado. Uma das premissas da pesquisa é justamente as relações de gênero, buscando dar visibilidade às mulheres pernambucanas que trabalham ou trabalharam com produção têxtil, seja de forma integral, como complemento da renda ou até mesmo de forma não-comercial. O resultado é a plataforma online, em que, a partir de um mapa de Pernambuco, é possível acessar as histórias das 18 artesãs entrevistadas em cada cidade, com textos, áudios, fotos e vídeos. Segundo informações do site, "a plataforma de divulgação de informações será atualizada, trazendo mais mulheres, especificidades têxteis e territórios". Uma boa fonte de pesquisa. 

Publicidade

veja também

[Oficina] Mapas afetivos

[Clipe] Juliana Linhares lança ‘Frivião’

[Exposição] AGORA: Right Now