Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Música] Marília Parente

Cantora pernambucana estreante divulga dois singles que mesclam elementos de música regional e psicodelia

TEXTO Revista Continente

01 de Dezembro de 2018

Foto Vinícius de Brito

A cantora e compositora pernambucana Marília Parente antecipa dois singles do seu novo álbum, que será lançado em 2019. Nascida no município de Exu, sertão de Pernambuco, Marília deixa transparecer as raízes e influências sertanejas nas suas composições, tanto na criação das melodias, que percorrem por arranjos de guitarras psicodélicas que remetem à musicalidade nordestina dos anos 1970, quanto nas histórias cantadas por ela, quando homenageia seus avós e sua cidade-natal. Tristeza não existe, o primeiro single lançado, tem as participações dos guitarristas Juvenil Silva e de Régis Damasceno, da banda Cidadão Instigado, além do violão tocado pela própria cantora, que incorpora timbres como fuzz e mellotron na música. Já a segunda canção, intitulada Alvorada, torna-se marcante pelas violas do multi-instrumentista Feiticeiro Julião, pela percussão de Leo Vila Nova e pelos versos que trazem a poética do sertão para perto.

Publicidade

veja também

[Exposição] Com olhos de náufrago ou onde fica o próximo porto

[exposição] Coração de Pedra

[Documentário] Jane Fonda em cinco atos

comentários