Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Curtas

Os objetos do espetáculo futebolístico

Como brinde para a edição deste mês, a Continente presenteia seus leitores com o livro 'Crônicas verde-amarelas', que reúne oito textos inéditos do jornalista André Teixeira

TEXTO REVISTA CONTINENTE

01 de Junho de 2018

Livro reúne crônicas do jornalista André Teixeira sobre objetos ligados ao futebol, como a bola, a chuteira, o apito, o relógio

Livro reúne crônicas do jornalista André Teixeira sobre objetos ligados ao futebol, como a bola, a chuteira, o apito, o relógio

Ilustração Ricardo Melo/Cepe Editora

[conteúdo na íntegra (degustação | edição 2010 | junho 2018]

Em pleno clima
de Copa do Mundo, a Continente traz neste mês um brinde exclusivo a seus leitores, o livro Crônicas verde-amarelas, uma reunião de oito textos inéditos do jornalista mineiro André Teixeira. Neles, o autor escreve sob a ótica dos objetos que fazem parte do espetáculo futebolístico: a bola, a chuteira, a camisa, o relógio, a trave, a taça, o apito. Todos eles ganham vida através das palavras, dão a sua visão do jogo. Escritos de forma leve e bem-humorada, os “depoimentos”, ao mesmo tempo em que humanizam os artefatos obrigatórios do futebol, contextualizam suas narrativas em momentos históricos do esporte. Dão os seus testemunhos, por exemplo, a trave de madeira do Maracanã, “ex-companheira” do “golquíper” Barbosa, que levou o gol de Gigghia na fatídica final da Copa de 1950, e a taça Jules Rimet do tricampeonato. Por coincidência, ambas acabaram sob o fogo. Com ilustrações de Ricardo Melo, as crônicas são precedidas por frases marcantes de personalidades ligadas ao futebol e às artes. Ao final dos textos, há um QR Code para o leitor assistir aos lances narrados. Uma leitura mais que leve: educativa e divertida.

 

Publicidade

veja também

Ana Ivanova, a voz de ‘King Kong em Asunción’

Pelejas em redes: vamos ver quem pode mais

Desmanche

comentários