Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Curtas

Fenelivro 2019

Quinta edição da feira é marcada por atrações ainda mais diversificadas, trazendo a consciência ambiental como mote

TEXTO Revista Continente

01 de Novembro de 2019

Na 'Fenelivro', o estilista mineiro Ronaldo Fraga fala sobre como a literatura inspira seu trabalho

Na 'Fenelivro', o estilista mineiro Ronaldo Fraga fala sobre como a literatura inspira seu trabalho

Foto Divulgação

Juntando-se ao circuito de eventos literários do estado, a Feira Nordestina do Livro – Fenelivro chega à sua quinta edição. Desta vez, com um tema urgente ao contexto de desastres ambientais ocorridos no Brasil dos últimos meses: Terra viva, compromisso de todos. Por isso, a edição homenageia uma das maiores autoridades em ecologia da América Latina, o professor, engenheiro agrônomo e ecólogo João de Vasconcelos Sobrinho, considerado pioneiro em estudos ambientais no país. Com entrada gratuita, o evento teve início na última quarta (30/10) e segue até domingo (3/11), no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

Promovida pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), a Fenelivro passa a ser realizada também pela Fundação Gilberto Freyre, apresentando obras publicadas por editoras nacionais e internacionais em cerca de 100 estandes. Além do espaço de comercialização dos livros, o público tem acesso a encontros, discussões e uma programação de música, teatro, cinema, dança, artes visuais, gastronomia e moda, linguagens atravessadas pela temática da sustentabilidade e da própria literatura.

Entre os convidados especiais desta edição, podemos mencionar o estilista Ronaldo Fraga, que conversa com o público nesta sexta (1/11), às 19h, sobre a literatura como inspiração para as suas coleções. No mesmo dia, há o lançamento da edição especial da obra Religiosidade popular, do cantor e compositor pernambucano Silvério Pessoa, resultado de um estudo comparativo entre as expressões da religiosidade popular no Sul da França e no Nordeste do Brasil. Mais tarde, o artista se apresentará no Palco Vasconcelos Sobrinho. Também são destaques do dia a poeta carioca Stephanie Borges, vencedora do Prêmio Cepe Nacional de Literatura, com o lançamento estadual de seu livro Talvez precisemos de um nome para isso, em conversa com a jornalista Nathaly Barreto, às 19h.


A youtuber carioca Jout Jout, umas das atrações mais aguardadas do fim de semana. 
Foto: Divulgação


Outra convidada que deve movimentar a Fenelivro com uma boa conversa é a vlogueira e escritora carioca Julia Tolezano, ou simplesmente Jout Jout, como é conhecida. Sua fala é no sábado (2), às 17h, e ela é certamente uma das atrações mais influentes e de maior apelo ao público jovem, graças ao seu canal no Youtube, JoutJout Prazer, com mais de 2 milhões de inscritos. Autora do título Tá todo mundo mal: o livro das crises (Companhia das Letras, 2016), a digital influencer compartilha vídeos sobre assuntos existenciais, como autoaceitação, relacionamentos e feminismo.

Entre as novidades deste ano, a Fenelivro criou um espaço dedicado a filmes, com a exibição de curtas, médias e longas-metragens ancorados em discussões sobre literatura e meio ambiente. Em tempo integral, o público poderá conferir títulos como Morte e vida Severina, do cearense Zelito Viana, e Recife de dentro para fora, da recifense Kátia Mesel, ambos de 1997 e inspirados na obra de João Cabral de Melo Neto, homenageado do Circuito Cultural de Pernambuco, do qual a Fenelivro faz parte, e cujo centenário será celebrado em 2020.

Confira a programação completa desta edição AQUI.

Publicidade

veja também

Tom Zé e Ave Sangria em noite inédita

Recife 19

Thiago Martins

comentários