Indicações

[MOSTRA] RELICÁRIAS

Pesquisadores apresentam, no Paço do Frevo, no domingo (26), resultado do estudo sobre mulheres negras na história do ritmo pernambucano

24 de Maio de 2024

Bailarinas Ailce Moreira, Marcela Felipe e Rebeca Gondim

Bailarinas Ailce Moreira, Marcela Felipe e Rebeca Gondim

FOTO Filipe Gondim / Divulgação

Uma pesquisa inédita realizada em Pernambuco começa a tirar da invisibilidade a história de mulheres negras que viveram no Recife na época no surgimento do frevo. Por dançarem o novo gênero musical em público, foram presas. Os vestígios da existência dessas mulheres foram descobertos nas páginas policiais de jornais do início do século XX, e agora, a pesquisa Relicárias: vasculhando e (re)contando histórias de mulheres negras na dança do frevo apresenta essas mulheres pioneiras. A mostra do processo de pesquisa, em formato de apresentação artística, ocorre no domingo (26), às 15h, no Paço do Frevo, com entrada gratuita mediante distribuição de senha e acessibilidade em Libras.

Nos últimos dois anos, as pesquisadoras Rebeca Gondim, Marcela Felipe, Ailce Moreira, Bell Puã e Vanessa Marinho se debruçaram sobre esse projeto que resgata a história de mulheres como Olindina Olívia da Conceição, Maria da Hora Tavares, a Maria Facão e Ana Maria Luiza Tavares da Conceição, a Neidinha, que é uma junção de várias outras mulheres que apareceram na pesquisa, trabalhadoras da rua, como as quitandeiras, sem ter sequer seus nomes mencionados. Segundo Rebeca Gondim, uma das partes mais difíceis da pesquisa foi descobrir a forma de dançar das antepassadas.

Além da mostra pública dos resultados da pesquisa, o projeto abrange um podcast, produzido por Janaína Oliveira, do @negraslinhas, com uma áudio-conversa sobre o processo da pesquisa e as histórias das mulheres pesquisadas, além de fotocolagens das personagens. O material será lançado no dia 31 de maio no perfil do Instagram @relicariasdofrevo.

SERVIÇO
Relicárias: vasculhando e (re)contando histórias de mulheres negras na dança do frevo
Onde: Paço do Frevo (Praça do Arsenal – Bairro do Recife)
Quando: Domingo (26), às 15h
Quanto: Entrada gratuita com distribuição de senha, com libras

 

Publicidade

veja também

[Mostra] “Histórias do Cinema Brasileiro”

[Exposição] “A Festa do Fogo - Retrato de um Forró no meu Sertão”

[INSCRIÇÕES] FESTIVAL MOV