Indicações

[DANÇA] “DOA, VOA!”

Solo de dança contemporânea da artista Duda Freyre articula a relação entre corpo-casa e partilha saberes de bioconstrução em bambu com mulheres em Apipucos

18 de Abril de 2024

No espetáculo, artista Duda Freyre incorpora mulher guerreira

No espetáculo, artista Duda Freyre incorpora mulher guerreira

Foto Divulgação

A artista da dança e bioarquiteta Duda Freyre escolheu a comunidade de Apipucos, na zona norte do Recife, onde vem construindo uma relação de afeto, trabalho social e fortalecimento da periferia, para ser o primeiro território da capital pernambucana a receber o espetáculo de dança contemporânea DOA, VOA!. A estreia dessa temporada ocorre nesta quinta-feira (18), com apresentações extras no sábado (20) e domingo (21), sempre às 19h30, na sede do Grupo de Idosos Eternos Aprendizes.

DOA, VOA! traz a figura de uma “mulher guerreira” que carrega facetas ancestrais e contemporânea. No espetáculo, a artista dialoga com um diafragma com cerca de três metros de palha e com um “zome” com ripas de bambu amarradas em espiral. É como se o “zome” fosse um corpo-casa, uma estrutura que acolhe as entranhas invisíveis e subjetivas. Nas últimas cenas, a mulher, livre e brincante com uma enxada na mão, dança a própria vida.

A circulação do espetáculo, que já esteve no litoral de Serra Grande, na Bahia, é também um processo de troca de saberes com mulheres sobre arquitetura com bambu e palha. Diante de um déficit habitacional de 5,9 milhões de moradias no Brasil, o espetáculo vem difundindo conhecimentos básicos sobre bambu e palha por onde passa, oferecendo noções básicas para pessoas interessadas em bioarquitetura e construção sustentável.

A investigação da criação perpassa pela ideia de “corpo-casa”, entendendo os corpos edificados (casas) como possíveis extensões dos corpos humanos. Neste trabalho, Duda Freyre relaciona os ossos com estruturas de uma casa com “peles e fáscias”, com tecidos de diferentes densidades e flexibilidades. A realização deste solo conta com recurso da Lei Paulo Gustavo - Recife.

SERVIÇO
“DOA, VOA!”
Onde: Sede do Grupo de Idosos Eternos Aprendizes, Rua Caetés, 592, Apipucos, Recife-PE.
Quando: Quinta (18), sábado (20) e domingo (21), às 19h30
Quanto: Gratuito, link na bio do Instagram @‌doavoa8. Retirada 1h antes do espetáculo iniciar – capacidade 50 pessoas. Em caso de não comparecimento, os ingressos serão redistribuídos no horário do espetáculo.
Mais informações: @‌doavoa8
Faixa etária: livre 

Publicidade

veja também

[ARTE] “B'ECO”

[MOSTRA] Max Motta e Whittney de Araújo

[MOSTRA] RELICÁRIAS