Indicações

[ARTES CÊNICAS] Terreiro Encantado

Evento gratuito, de 12 a 21 de abril, traz representatividade para as infâncias negras e indígenas

12 de Abril de 2024

Cavalo Marinho Estrela Brilhante é uma das atrações do evento

Cavalo Marinho Estrela Brilhante é uma das atrações do evento

Foto Vanessa Alcântara

Espetáculos, shows, oficinas, mostra de audiovisual, debates e cortejos acontecem até 21 de abril, na Caixa Cultural Recife. Idealizado pelo bailarino, professor e diretor Orun Santana, o evento Terreiro Encantado – Festival para as Infâncias é gratuito e contempla todas as idades. 

Com a ideia de trazer representatividade para as infâncias negras e indígenas, boa parte da programação conta com grupos de jovens artistas, como Coco Eremin, Mixidinho da Xambá e Maracatu Nação Estrelar, do Daruê Malungo.

Trata-se de um convite para brincar, conhecer e celebrar as tradições populares presentes nos terreiros, onde as práticas africanas e dos povos originários se manifestam de maneira vibrante e autêntica.

Terreiro Encantado é um espaço de encantaria, onde as infâncias periféricas, negras e indígenas brilham com toda a sua vitalidade. É um convite para transcender fronteiras sociais e culturais, conectando-se com a riqueza das nossas raízes”, explica Orun Santana, que também assina a curadoria.

PROGRAMAÇÃO

Dia 12/04 (sexta-feira)
Espetáculo – Maracatu Nação Estrelar – Daruê Malungo Horário: 17h
Classificação: Livre
Sinopse: De Chão de Estrelas, na Zona Norte do Recife, o Maracatu Nação Estrelar e a pedagogia do Centro de Educação Daruê Malungo mostram como é possível unir Cultura Popular, educação e resistência cultural ao som do baque do maracatu. Uma apresentação cultural que abre as portas para o carnaval e encerra a nossa programação.
Filme “Terreiro Encantado” de Orun Santana + Debate Horário: 19h
Classificação: Livre
Sinopse: O brincar como mote para educadores, pesquisadores e a construção de novas abordagens para quem atua com crianças, trazendo à tona a cultura popular como tema para ampliar o repertório nas salas de aula. Em um documentário feito a partir da vivência Terreiro Encantado, que dá nome ao festival, teremos a presença de artistas, educadores e pesquisadores em uma mostra-debate aberta ao público.

Dia 13/04 (sábado)
Filmes “Otto”, de Bruna Monteiro + “Salu e o Cavalo Marinho” de Cecília da Fonte + Debate
Horário: 17h Classificação: Livre
Sinopse: “Otto”: Dirigido e roteirizado pela cineasta pernambucana Bruna Monteiro, em formato de documentário, a produção é assinada pela Ganda Lab Criativo e produção local de Vivi Matos e Bia Pankararu - que também roteirizou o filme, cuja narrativa é sobre uma criança indígena da aldeia Pankararu, no Sertão pernambucano. Uma obra para conhecermos aspectos e a cultura da infância dentro de um território sagrado e repleto de ensinamentos para a nossa cultura.
Sinopse “Salu e o Cavalo Marinho”: Animação rica em detalhes mostra a vida e os sonhos de Mestre Salú, homem do interior, detentor de um grande conhecimento sobre a cultura popular, no cavalo marinho, no maracatu rural, que desde a infância sonhava em brincar nos terreiros do mundo a fora.

Dia 14/04 (domingo)
Espetáculo – Coco Eremin – Associação Cultural Raízes do Sertão Horário: 17h
Classificação: Livre
Sinopse: O coco como matriz de dança e cultura popular integrando a infâncias aos saberes da ancestralidade. Música, dança, canto e o brincar com o Coco Eremim.

Dia 19/04 (sexta-feira
Espetáculo – Mixidinho da Xambá
Horário: 17h
Classificação: Livre
Sinopse: O Mixidinho é fruto do trabalho do Centro Cultural Grupo Bongar – Nação Xambá, que tem como base educacional a tradição e a transmissão dos saberes por meio da oralidade nos diversos espaços físicos da comunidade, durante os rituais religiosos e dentro do programa educativo do centro cultural, que as transformam em arte. Uma experiência sobre infância, brincadeiras e ancestralidades que promovem a continuidade da cultura popular como experiência na Região Metropolitana do Recife.

Dia 20/04 (sábado) 
Espetáculo - Cavalo Marinho Estrela brilhante Horário: 17h
Classificação: Livre
Sinopse: Catirina, Mateus, Bastião e as narrativas do Cavalo Marinho embarcam nessa apresentação que traz o universo da Zona da Mata Norte para brincar no nosso Terreiro. Filha de cortador de cana, Mestra Nice Teles é uma artista popular negra criada nas tradições interioranas da Zona da Mata Norte de Pernambuco. Desde os 10 anos, acompanhava os pais nos folguedos na cidade de Condado. Desafiando a predominância masculina no Cavalo Marinho e no Maracatu Rural, atua como cantadeira e dançarina. Iniciou sua trajetória como brincante do Cavalo Marinho Estrela Brilhante e hoje está à frente do Maracatu Estrela de Ouro.
Oficina “Orun pra Erê” com Orun Santana Horário: 10h00 às 12h00
Inscrições no site da CAIXA Cultural Recife Classificação: Livre
Quantidade de vagas: 20 pessoas
Sinopse: As danças populares de Pernambuco se encontram nesta vivência com Orun Santana e sua metodologia de pesquisa com o brincar. Uma oficina para toda a família.

Dia 21/04 (domingo)
Espetáculo 7 –Trupiada – Trupe CircuLuz Horário: 17h
Classificação: Livre
Sinopse: O circo e sua criatividade embarcam conosco neste espetáculo que faz a gente se emocionar e se conectar com uma linguagem milenar que as crianças precisam conhecer.
Oficina de Frevo para crianças com José Waldomiro (Minininho) Horário: 10h00 às 12h00
Classificação: Livre/ Atividade recomendada para toda a família Nº de vagas: 20 pessoas
Sinopse: Seja na rua, no clube ou na brincadeira dentro de casa, o frevo é parte da vida dos pernambucanos. Na oficina, os participantes poderão conhecer mais sobre este patrimônio de Pernambuco.

SERVIÇO
Terreiro Encantado – Festival para as Infâncias 
Onde: Caixa Cultural Recife - Av. Alfredo Lisboa, nº 505, Bairro do Recife
Quando: de 12 a 21 de abril de 2024 (de sexta-feira a domingo)
Quanto: Entrada gratuita (distribuição de Ingressos 1 hora antes da atividade, na bilheteria da CAIXA Cultural)
Informações: (81) 3425-1915| CAIXA Cultural

 

veja também

Play Rec realiza curso online

Virtuosi celebra maestro Clóvis Pereira

Claudia Abreu encarna Virginia Woolf