Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Romance] O peso do pássaro morto

Primeiro romance publicado da escritora paulistana Aline Bei faz um convite ao leitor: acompanha, a cada capítulo-idade, a trajetória de vida de sua protagonista

TEXTO Revista Continente

23 de Fevereiro de 2018

“Quantas perdas cabem na vida de uma mulher?”, sugere a poeta Micheliny Verunschk como uma das perguntas que servem de argumento para O peso do pássaro morto, primeiro romance publicado da escritora paulistana Aline Bei. A autora faz um convite ao leitor: acompanha, a cada capítulo-idade, a trajetória de vida de sua protagonista. Numa linguagem – e estrutura – experimental, a construção narrativa se apropria de elementos da oralidade infantil e amadurece a cada fio de temporalidade que a personagem atinge, até chegar à sua fase adulta. Entre tragédias, amores e situações cotidianas da vida de uma mulher, a autora fusiona forma e conteúdo de modo bastante interessante e peculiar ao longo das 165 páginas. Aline é formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Célia-Helena, além de ser editora e colunista do site cultural OitavaArte

Publicidade

veja também

[Videodança] Corpoesia - A cor da exclusão

[Exposição] Overlock

[Single] Cuidado rapaz