Indicações

[Psicanálise] A criança que não se submete

TEXTO Revista Continente

01 de Junho de 2023

Imagem Divulgação

O livro A criança insubmissa – A potência subversiva do gesto criativo, de Rafaela Paixão, propõe um novo olhar sobre a ideia tão sedimentada de que uma criança transgressora, rebelde, precisa ser controlada ou irá se tornar um adulto problemático, com dificuldades de viver em sociedade. A obra é resultado da sua tese de doutorado, construída a partir da larga experiência na clínica psicanalítica com crianças, entrelaçada com a base teórica de Donald Winnicott. A autora sugere que se olhe a “insubmissão” por outro viés, para além do senso comum, vendo nesse ato uma potência criativa. “No que concerne, especialmente, ao processo de subjetivação da criança, a noção de insubmissão assim descrita não deveria desprezar uma dimensão ‘positiva’: aquela que supõe uma potencialidade criativa no ato de não se submeter, acenando para uma posição de autonomia e expressão de liberdade.”

Publicidade

veja também

[ARTE] “B'ECO”

[MOSTRA] Max Motta e Whittney de Araújo

[MOSTRA] RELICÁRIAS