Indicações

[MUSICAL] “O Irôko, a Pedra e o Sol”

Espetáculo volta aos palcos do Recife em curta temporada e a preços populares no Teatro Hermilo Borba Filho

23 de Fevereiro de 2024

Peça pernambucana conta com performance do Grupo Bongar

Peça pernambucana conta com performance do Grupo Bongar

Foto Domar

O espetáculo pernambucano O Irôko, a Pedra e o Sol retorna aos palcos do Recife em curta temporada. O musical do grupo O Poste Soluções Luminosas, que estreou no ano passado, será apresentado no Teatro Hermilo Borba Filho, nos dias 1º, 2, 3, 9 e 10 de março. A peça narra a história de amor entre dois jovens, Severino e Sebastião, que vivem em uma pequena comunidade quilombola evangelizada no sertão pernambucano. Em cena, 12 artistas negros dão vida ao enredo que abrange temas como LGBTfobia, racismo, violência contra a mulher, intolerância religiosa e sorofobia. 

O musical traz trilha sonora original com letras do diretor Samuel Santos, musicadas por Beto Xambá e Thulio Xambá. Abordando temáticas que evocam a ancestralidade, a cultura afroindígena e a religiosidade de terreiro, a trilha é performada ao vivo pelo Grupo Bongar, com cinco músicos em cena e interpretada pelo elenco, em uma mistura de texto, música e dança que entrelaça a narrativa do espetáculo.

O Irôko, a Pedra e o Sol é inspirado na história real de uma paciente com HIV em Itapipoca, no Ceará, que foi abandonada pela família em um hospital público por mais de um mês e teve seus pertences isolados em um cômodo.  

O projeto foi o grande vencedor do Prêmio Sesc Nacional de Artes Cênicas em 2022, estreando oficialmente com apresentações no Recife em junho de 2023. Ainda no ano passado, o espetáculo foi encenado no Teatro do Parque, com apoio do Funcultura; na 22ª edição do Festival Recife de Teatro Nacional, e no Centro Cultural Grupo Bongar - Nação Xambá.

SERVIÇO
Curta temporada do espetáculo O Irôko, a Pedra e o Sol
Onde: Teatro Hermilo Borba Filho (Cais do Apolo, 142 - Bairro do Recife)
Quando: Sábados (02 e 09/03, às 19h) e domingos (03 e 10/03, às 17h e 17h30); sessões com Libras, nos dias 09 e 10/03
Quanto: R$ 30 inteira / R$ 15 meia (venda antecipada no Sympla e na bilheteria do teatro 2 horas antes do início de cada sessão)
Classificação etária: 18 anos
Mais informações: Instagram @oposteoficial

 

Publicidade

veja também

[EXPOSIÇÃO] O Pernambuco Cósmico de Suanê

[DANÇA] “DOA, VOA!”

[Show] Lunar, de Laura Tamiana