Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Exposição] Overlock

Carlos Mélo ressignifica peças de tecidos ao refletir sobre os impactos sociais e ambientais do polo de confecção do Agreste

07 de Maio de 2021

FOTO DIVULGAÇÃO

O tecido, hoje principal matéria-prima da cadeia produtiva do Agreste pernambuco, é o ponto de partida do novo trabalho do artista pernambucano Carlos Mélo. Ao refletir sobre os impactos sociais e ambientais dessa cadeia, ele ressignifica o material transformando-o em elemento de arte contemporânea com esculturas têxteis e performáticas. A exposição Overlock está em exibição virtual no site da Galeria Kogan Amaro, que representa o artista pernambucano em São Paulo e Zurique, Suíça. O tecido usado nas obras é uma espécie de “jeans encorpado” confeccionado pelo Daterra Project. "As peças são obras autônomas, mas também criam uma instalação. A ideia da exposição virtual foi montar as esculturas inseridas na paisagem ampliando o campo relacional entre a arte e o lugar, a natureza e a tecnologia, além do artista como agente cultural capaz de não apenas produzir obras de arte, mas também produzir sentido", explica Carlos.

 

 

Publicidade

veja também

[Cinema] Itaú Cultural Play

[Websérie] Recife é um ovo

[Show] Rec-Beat Apresenta