Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Documentário] Breslin e Hamill: as vozes de Nova York

Filme tece retrato pessoal e profissional dos jornalistas americanos Jimmy Breslin e Pete Hamill

TEXTO Revista Continente

06 de Junho de 2019

Foto Divulgação

O new journalism abrange estrelas como Truman Capote, Tom Wolfe, Hunter S. Thompson, Norman Mailer, Joan Didion, Gay Talese… Mas dois dos nomes menos conhecidos no Brasil, Jimmy Breslin e Pete Hamill, foram os colunistas mais populares dos Estados Unidos. A trajetória de ambos é narrada no documentário Breslin e Hamill: as vozes de Nova York (Breslin and Hamill: deadline artists). Autores de textos brilhantes, mantiveram o compromisso de defender os mais vulneráveis, a justiça e a ética, mesmo que isso destoasse do consenso do restante da imprensa. Nascidos em bairros operários de Nova York, trabalharam para veículos como New York Herald Tribune, Daily News, Newsday e New York Post. O documentário mostra como ambos subverteram o senso comum do jornalismo. Na cobertura do velório de John F. Kennedy, em vez de ficar na área reservada a todos os repórteres e fotógrafos, Breslin foi direto para o cemitério e escreveu sua reportagem a partir da entrevista que fez com o coveiro. O documentário, lançado pela HBO, tece um retrato pessoal e profissional dos jornalistas através de imagens raras e entrevistas com Hamill e Breslin (falecido em 2017) e outras personalidades.

Publicidade

veja também

[Teatro] Cartas

[Curso] O que é a Bienal do Barro?

[Exposição] Curva do mundo

comentários