Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Música] Desfaz de conta

Novo disco de Lulina mantém a pesquisa sonora que caracteriza seus discos anteriores

TEXTO Revista Continente

02 de Janeiro de 2020

Capa do disco

Capa do disco

Foto Reprodução

“Quem não olha para os lados não atravessa como deveria/Vê a vida no asfalto distorcida pela correria”: quer frase mais adequada para o ritmo alucinado em que vivemos? Em Desfaz de conta (YB, 2019), seu terceiro álbum, a cantora e compositora Lulina mantém a pesquisa sonora que caracteriza seus discos anteriores (Cristalina, 2003, e Pantim, 2013), com olhar certeiro para o potencial rítmico catalisado pela partilha. Ela aposta em letras que discutem a experiência de viver como se a navegar mares turbulentos. Destaque para a atmosfera etérea de Quem é quem (“quem você quer ser quando puder se ver de fora?”), para a delicadeza de Sorriso e para a inventividade de Sina e sinal, a faixa que abre o conjunto e nos sugere a ampliar nossa mirada (“fecha o contrato, fecha o livro e abre outro, abre a cabeça de novo e de novo, fecha a cara e abre o coração, abre espaço para uma discussão”). O disco está disponível no Spotify.

Publicidade

veja também

[SHOWS] Palco Frei Caneca

[LIVRO] REFLEXÕES SOBRE PROCESSOS CRIATIVOS no CINEMA

[SHOW] Juçara Marçal e Kiko Dinucci

comentários