Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Livro] Irmã outsider

Originalmente publicado em 1984, livro de Audre Lorde reúne 15 ensaios e conferências

TEXTO Revista Continente

04 de Maio de 2020

Nascida em 1934, a pensadora americana Audre Lorde, filha de pais afro-caribenhos, passou a vida se sentindo uma completa estrangeira, até mesmo dentro dos muitos movimentos sociais que frequentava. Mulher negra, poeta, lésbica, mãe e ativista dos direitos humanos, Audre foi uma das grandes precursoras das teorias feministas contemporâneas. Em 1984, publicou o livro Irmã outsider, que reúne 15 ensaios e conferências, até hoje uma das suas obras mais aclamadas. Sem nenhum livro publicado no Brasil até dezembro do ano passado, apenas citações em teses de pesquisadores brasileiros, Irmã outsider foi lançado, pela primeira vez no país, pela editora Autêntica. Com tradução de Stephanie Borges e apresentação de Djamila Ribeiro, a obra é leitura fundamental para entender o pensamento que baseia o feminismo interseccional e trazer reflexões sobre amor, guerra, imperialismo, violência policial, entre outros assuntos.

Publicidade

veja também

[Festival] ¼ FEST: De quarto em quarto

[Curta] Texas

[Shows] Prêmio Grão de Música

comentários