Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[exposição] Coração de Pedra

Paisagens do sertão ganham novos formatos pelas mãos da artista Carol Monteiro

TEXTO Revista Continente

05 de Dezembro de 2018

A exposição segue até janeiro no MAMAM

A exposição segue até janeiro no MAMAM

Foto Francisco Baccaro/Divulgação

“E o sertão é um vale fértil. É um pomar vastíssimo, sem dono. Depois tudo isto se acaba. Voltam os dias torturantes; a atmosfera asfixiadora; o empedramento do solo; a nudez da flora; e nas ocasiões em que os estios se ligam sem a intermitência das chuvas - o espasmo assombrador da seca.” A paisagem sertaneja descrita por Euclides da Cunha em Os sertões ganha uma nova beleza na exposição da figurinista pernambucana Carol Monteiro. A mostra Coração de Pedra apresenta diversos objetos e biojoias produzidos pela artista como resultado da sua intensa experimentação e pesquisa com as matérias-primas do sertão: pedras, fragmentos de ossos e sucatas são reutilizadas em novos formatos e peças, unindo moda, sustentabilidade e as raízes sertanejas de Carol Monteiro. A exposição, com inauguração nesta quinta (6/12), às 19h, na sala Aquário Oiticica do Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (Mamam), centro do Recife,  segue até o dia 15 de janeiro, com entrada gratuita. No museu, também entra em cartaz a grande exposição da artista Alice Vinagre, intitulada Com olhos de náufrago ou onde fica o próximo porto.

Publicidade

veja também

[Exposição] Com olhos de náufrago ou onde fica o próximo porto

[Documentário] Jane Fonda em cinco atos

[Filme] Câmara de espelhos

comentários