Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Livro] A Biblioteca de Foucault

Questões sobre a biblioteconomia e a leitura no Brasil são discutidas à luz dos pensamentos foucaultianos no livro de Cristian Brayner

TEXTO Revista Continente

26 de Dezembro de 2018

Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo

Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo

Foto Archdaily/Reprodução

“Catálogos assépticos, linguagens controladíssimas, silêncio claustral.” Por que as bibliotecas ainda são ambientes tão excludentes? Estas e outras questões sobre a biblioteconomia e a leitura no Brasil são discutidas à luz dos pensamentos foucaultianos no livro A Biblioteca de Foucault – Reflexões sobre ética, poder e informação, de Cristian Brayner, que é bibliotecário, mestre em Biblioteconomia e doutor em Literatura, com pós-doutorado em História. A partir de conceitos filosóficos debatidos por Michel Foucault, a obra aborda como as relações de poder, conhecimento e controle social que envolvem todo serviço de informação: as bibliotecas são instituições que se contrapõem ao acesso à leitura e aos saberes, quando determinam quais livros são canônicos, quais obras precisam ser lidas e quais leitores podem ter acesso a elas. Em 22 capítulos, o autor destaca de que forma essas práticas tradicionais impedem as bibliotecas de cumprirem sua função social.

Publicidade

veja também

[OFICINA] Trela

[Série] Olhos que condenam

[Fotografia] O Jogo da Bola

comentários