Clique ao lado para visualizar o sumário da nova CONTINENTE.

Indicações

[Filme] O poço

Filme espanhol faz uso de uma fábula carcerária para tecer crítica às crueldades da sociedade

TEXTO Revista Continente

06 de Abril de 2020

O poço é fábula sobre divisão social

O poço é fábula sobre divisão social

Imagem Frame do filme

Em meio à pandemia, abrem-se as feridas do capitalismo e, ao mesmo tempo em que mais pessoas se conscientizam sobre os problemas desse sistema, proliferam-se cenas de selvageria e individualismo. Nesse sentido, é esclarecedor – e, talvez, importante – assistir O poço, longa espanhol disponível na Netflix. O suspense dirigido por Galder Gaztelu-Urrutia se passa em uma prisão vertical em que duplas de detentos são distribuídas em níveis. Lá, a porção de comida é passada de cima para baixo, sem cotas individuais. Dessa forma, os dos andares de cima comem o quanto querem e os dos andares de baixo comem as sobras da dupla antecessora. Goreng (Ivan Massagué, em bela atuação) decide ir para essa prisão voluntariamente por seis meses para parar de fumar e receber um certificado homologado, sem saber das condições do local. Chegando lá, é posto diante de situações-limite que o fazem confrontar o sistema.

Aproveite e leia a nossa reportagem especial de abril sobre o encarceramento em massa no Brasil (neste link).

Publicidade

veja também

[Zine] Além mar

[Campanha] Livro 'Os canibais de Garanhuns'

[Single] Ensaio Sobre A Distância

comentários