×

Aviso

Please enter your DISQUS subdomain in order to use the 'Disqus Comments (for Joomla)' plugin. If you don't have a DISQUS account, register for one here

O premiado "A cidade onde envelheço" abre o circuito no Recife. Foto: DivulgaçãoO premiado "A cidade onde envelheço" abre o circuito no Recife. Foto: Divulgação

Os números recentes da Ancine e o volume recorde de filmes brasileiros em festivais internacionais de cinema não escondem: estamos passando pelo momento mais produtivo, em quantidade e qualidade, do cinema nacional das últimas décadas. E a Vitrine Filmes, maior distribuidora desse cinema que vem crescendo graças a uma política pública de editais dos últimos anos, acaba de anunciar a reedição de um projeto que pretende fazer com que esses filmes passem mais tempo - e gerem mais debate - no habitat natural deles: a sala de cinema. 

De forma que, em linhas gerais, a nova edição da Sessão Vitrine (a primeira aconteceu em 2011, em uma escala bem menor), com o apoio da Ancine e patrocínio da Petrobras, irá fazer circular em 20 cidades, incluindo Recife, filmes produzidos e coproduzidos no Brasil, durante pelo menos duas semanas em sessões diárias ou semanais (a depender de cada sala) e com um preço de ingresso mais barato que sessões comerciais: R$ 12 e R$ 6 (meia entrada). Haverá também a possibilidade de ingressos a R$ 10, caso se resolva adquirir um cartão fidelidade. No Recife, as salas que fizeram parceria com o projeto são o Cinema São Luiz, onde vão acontecer sessões diárias em horários ainda a serem definidos pelo programador da sala, Geraldo Pinho, e o Cinema do Museu, onde as sessões acontecerão sempre às quintas e terças, às 20h.

A programação já começa no próximo dia 9 de fevereiro, com a estreia nesse circuito do último longa de Marília Rocha, premiado no Festival de Brasília: A cidade onde envelheço. Nas semanas seguintes, entram no circuito da Sessão Vitrine os filmes Waiting for B, de Paulo Cesar Toledo e Abigail Spindel, Jonas e o Circo sem lona, de Paula Gomes, O ornitólogo, de João Pedro Rodrigues, o documentário pernambucano Martírio, de Vincent Carelli, que estreia dia 13 de abril, e ainda filmes como Rifle, de Davi Pretto, Taego Ãwa, de Henrique e Marcela Borela, e os inéditos Meu corpo é político, de Alice Riff, e Paulistas, de Daniel Nolasco. Além da exibição dos filmes, o projeto prevê também a realização de debates - muitas vezes com realizadores e atores - em todas as salas do circuito.

"Apesar do aumento da produção nacional em função da política pública dos últimos anos, percebemos que 66% desses filmes não chegam a 10 mil espectadores. Isso não é um fato que não acontece só no Brasil, mas essa é uma verdade com a qual precisamos lidar e perguntar, por que esses filmes não são vistos na sala de cinema? Outro fator que nos levou a lançar esse projeto é o fato de que, se o circuito exibidor entre as salas comerciais vem crescendo, o circuito chamado independente vem diminuindo", afirmou Silvia Cruz, criadora da Vitrine. A curadoria dos filmes que vão entrar nesse circuito é feita por Talita Arruda e Letícia Santinon.

Naturalmente, se sabe que um projeto como esse só acontece porque ainda existe uma sintonia muito grande entre uma distribuidora como a Vitrine e a política pública desenvolvida ao longo dos últimos 15 anos pela Ancine e pelas premissas de um órgão como a SP Cine, criada na gestão Fernando Haddad na prefeitura de São Paulo e que também é uma das apoiadoras dessa iniciativa. O que não se sabe é se, com a saída de Manoel Rangel, presidente da Ancine há 12 anos (foram três gestões), no próximo mês de maio, um projeto como o que acaba de ser anunciado consiga o mesmo apoio da instituição. O setor do audiovisual teme, e muito, por um possível desmonte da política pública desenvolvida por Rangel nesses últimos anos. 

Rosana Alcântara, diretora da Ancine que estava presente na coletiva de anúncio da Sessão Vitrine (e lá estava em seu último dia como funcionária da Ancine), garantiu que espera pela continuidade dessa política de incentivos ao cinema independente. Mas a verdade - e essa tensão é sentida no ar - é que o setor do audiovisual brasileiro anda tendo sonos intranquilos diante do que a gestão desse governo federal provisório pode criar. De qualquer forma, o que se espera é que a agora chamada Sessão Vitrine Petrobras tenha vida longa, pela saúde e energia movente do cinema nacional.

Filmes já confirmados:

 

A cidade onde envelheço, de Marília Rocha
DATA DE ESTREIA: 9 de Fevereiro de 2017
Ficção | 2016 | 99’ | Brasil-Portugal
Classificação indicativa: 12 anos

 

Waiting for B, de Paulo Cesar Toledo e Abigail Spindel
DATA DE ESTREIA: 2 de Março de 2017
Documentário | 2016 | 72’ | SP
Classificação indicativa: 12 anos

 

Jonas e o Circo sem Lona, de Paula Gomes
DATA DE ESTREIA: 16 de Março de 2017
Documentário | 2015 | 81’ | BA
Classificação indicativa: Livre

 

O ornitólogo, de João Pedro Rodrigues
DATA DE ESTREIA: 30 de Março de 2017
Ficção | 2016 | 118’ | Portugal – França - Brasil
Classificação indicativa: 14 anos

 

Martírio, de Vincent Carelli, e co-dirigido por Ernesto de Carvalho e Tita
DATA DE ESTREIA: 13 de Abril de 2017
Documentário | 2016 | 160’ | PE

 

Rifle, de Davi Pretto
Ficção | 2016 | 88’ | RS
Classificação indicativa: 12 anos

 

Taego Ãwa, de Henrique Borela e Marcela Borela
Documentário | 2016 | 75’ | GO
Classificação indicativa: 10 anos

 

Muito romântico, de Melissa Dullius e Gustavo Jahn
Ficção | 2016 | 72’ | Brasil - Alemanha

 

Elon não acredita na morte, de Ricardo Alves Jr
Ficção | 2016 | 75’ | Brasil - Argentina

 

Divinas divas, de Leandra Leal
Documentário | 2016 | 110’ | RJ

 

Corpo delito, de Pedro Rocha
Documentário | 2016 | 160’ | CE
*Estreia na Mostra Aurora na 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes

 

Los territórios, de Iván Granovsky
Documentário | 2017 | 93’ | Argentina - Brasil
Classificação indicativa: Livre

 

Invisible, de Pablo Giorgelli
Ficção | 2017 | 90’ | Argentina - Brasil
INÉDITO

 

Meu corpo é político, de Alice Riff
Documentário | 2017 | 72’ | SP
INÉDITO

 

Paulistas, de Daniel Nolasco
Documentário | 2017 | 76’ | GO/RJ
INÉDITO

Mais informações sobre a Sessão Vitrine Petrobras:

Site: www.sessaovitrine.com.br
Facebook: www.facebook.com/sessaovitrine/
Instagram: www.instagram.com/vitrine_filmes/

capa 195
CONTINENTE #195  |  Março 2017

banner MITsp2017 sidebar v2

banner Suplemento 316x314

publicidade revista

Facebook

SFbBox by casino froutakia